4 dicas para saber se a franquia é ou não uma furada

investimento-negocio-proprio
Por que a crise brasileira não afetou o franchising?
04/12/2015
lobos-wall-street-franchising
Os “Lobos de Wall Street” do franchising
14/03/2016

4 dicas para saber se a franquia é ou não uma furada

atuação-franquias

Quem trabalha com franquias especialmente os consultores, lidam constantemente com amigos ou colegas que lhes direcionam sempre uma pergunta mágica “Qual franquia é uma boa para eu investir? ”, “Qual franquia que dá dinheiro”?

Considero essa uma pergunta mágica porque não existe resposta certa. Podemos sim dar orientações de como definir um negócio que se adeque ao perfil do empreendedor, mas nenhum negócio é capaz de gerar resultado sem a dedicação de seu proprietário e muito menos há um negócio certeiro para todos os tipos de pessoas. Há sim, pessoas certas para cada tipo de negócio.

Alguns aspectos podem corroborar para uma boa decisão e vou listar alguns deles abaixo para ajudar a direcionar as pessoas que buscam boas opções de negócio e de investimento.

Pacote de suporte para a rede franqueada

Uma franqueadora saudável oferece aos seus franqueados um pacote de suporte capaz de ajudá-los na gestão do seu negócio. Canais de comunicação efetivos, manuais com todos os processos descritos, consultoria de campo, programas de relacionamento e benchmark com a rede são alguns dos itens que devem fazer parte do pacote de suporte da franquia.

negócios-franchising

Crescimento sólido e pautado em bons resultados do seus franqueados

Uma franqueadora demonstra ser saudável e promissora quando tem em sua rede franqueados que conseguem prosperar com suas unidades. A rentabilidade das unidades franqueadas é sinal de que a franquia tem uma equação possível de ser alcançada e isso pode ser investigado pelos futuros empreendedores com uma conversa com os franqueados da rede. Franqueados com mais de uma unidade também são um bom sinal de prosperidade da marca.

Investimento em comunicação institucional

Uma das atividades chave da franqueadora deve ser investir em comunicação institucional para que a rede se torne cada vez mais conhecida do público consumidor, beneficiando assim, todas as unidades franqueadas. Esse investimento em parte é suportado pela própria rede por meio do fundo de propaganda – taxa paga pelos franqueados para esse fim – e que é gerido pela franqueadora. Uma rede próspera investe em comunicação e marketing e ajuda a despertar o interesse do consumidor em seus produtos e serviços.

empreendedor-franquia

Capacidade de renovação e reinvenção da marca

É importante também que o futuro empreendedor conheça o mercado em que a franquia está inserida, como os concorrentes se comportam e o que a marca em que pretende investir tem de diferencial. Vale investigar como ela consegue se destacar no mercado em que atua. Exemplos disso, são: capacidade de renovação do portfólio de produtos e serviços, investimento em tecnologia, desenvolvimento de novos canais, desenvolvimento de novos conceitos para um novo mercado, tudo isso resulta em uma marca que se mantém perene e de vanguarda.

Os fatores para identificação de um negócio promissor são muitos, e vão além do discurso das redes. Cabe uma investigação mais profunda de cada negócio que se deseja conhecer, conversar com quem já está na rede e principalmente, não se precipitar na escolha. A franquia é essencialmente um relacionamento de longo prazo, e em relacionamentos assim, é necessário um tempo de maturação e de muita análise para decidir se comprometer.